MIA - Secção em Português
Grigori Petrovich Maximoff
foto
1893-1950

 

Anarcossindicalista nascido no Império Russo que se envolveu com o Nabat, um movimento anarcossindicalista ucraniano.

Em 1918 já se reconhece como ativista libertário anti-bolchevique, posição que sustentará para o resto de sua vida. Durante este período em que a Rússia permanece imersa em guerra civil, Maximoff passa a trabalhar nos escritórios do periódicos anarquistas "A Voz do Trabalho" (Голос Труда) e "A Voz Livre do Trabalho" (Вольный Голос Труда). Em pouco tempo é reconhecido como um articuladores do "Sindicato de Propaganda Anarco-Sindicalista" (Союза анархо-синдикалистской пропаганды) e da "Confederação Russa dos Anarcossindicalistas" (Российской конфедерации анархистов-синдикалистов), sendo eleito secretário geral desta organização em sua primeira conferência.

Juntamente com muitos outros anarquistas, foi aprisionado em 8 de março de 1921 pelos governo soviético. Após fazer greve de fome atraiu a atenção de sindicalistas visitantes, Maximoff foi um dos dez anarquistas que foram libertados da prisão e deportados. Primeiro Maximoff se instala em Berlim, onde se torna membro-editor do Comitê de Proteção aos Anarcossindicalistas da Associação Internacional dos Trabalhadores. Depois se muda para Paris e, em seguida, parte para os Estados Unidos, indo se estabelecer na cidade de Chicago.

Fonte: Wikipédia

Atualmente estão disponíveis em Português as seguintes obras:

  Sindicalistas na Revolução Russa
   
Seja um Voluntário! Se você deseja colaborar com a construção desta biblioteca, ou deseja iniciar uma nova biblioteca para um autor cujo trabalho contribui de alguma maneira para a compreensão do Marxismo, entre em contato conosco.

Abriu o arquivo: 11/11/2020