Instruções do Alto Comando do Exército Popular de Libertação da China Sobre a Nova Proclamação das Três Grandes Regras de Disciplina e das Oito Recomendações

Mao Tsetung

10 de Outubro de 1947


Tradução: A presente tradução está conforme à edição das Obras Escolhidas de Mao Tsetung, Tomo IV (Edições do Povo, Pequim, Setembro de 1960). Nas notas introduziram-se alterações, para atender as necessidades de edição em línguas estrangeiras.
Fonte: Obras Escolhidas de Mao Tsetung, Pequim, 1976, Tomo IV.
Transcrição: Lucas Cenir Friederich
HTML: Fernando A. S. Araújo

1. Durante numerosos anos, o nosso exército aplicou as Três Grandes Regras de Disciplina e as Oito Recomendações(1), acontecendo, porém, que o seu conteúdo variava ligeiramente segundo as unidades das diferentes regiões. Com a presente proclamação procede-se agora à respectiva unificação. A actual versão deve ser, portanto, tomada como norma para uma educação conscienciosa e passar a ser aplicada rigorosamente. No caso de surgirem outras questões que mereçam atenção, o comando das forças armadas em cada região poderá, segundo as circunstâncias concretas, definir pontos adicionais e ordenar a respectiva aplicação.

2. As Três Grandes Regras de Disciplina são as seguintes:

  1. Obedecer às ordens em todas as acções;
  2. Não tomar das massas nem uma agulha nem a simples ponta dum fio;
  3. Entregar às autoridades todos os bens capturados.

3. As Oito Recomendações são as seguintes:

  1. Falar polidamente;
  2. Comprar e vender com honestidade;
  3. Devolver tudo quanto se toma de empréstimo;
  4. Indemnizar por todos os prejuízos causados;
  5. Não bater nem insultar as populações;
  6. Não causar prejuízos às plantações;
  7. Não tomar liberdades com as mulheres;
  8. Não maltratar os prisioneiros.

Notas:

(1) Trata-se das Três Grandes Regras de Disciplina e das Oito Recomendações, estabelecidas pelo camarada Mao Tsetung para o Exército Vermelho dos Operários e Camponeses da China, durante a Segunda Guerra Civil Revolucionária. Essas regras constituíram uma parte importante do trabalho político no Exército Vermelho e desempenharam um papel considerável na edificação do exército popular, na solução correcta do problema das relações internas do exército, na realização da unidade deste com as massas populares e na determinação da política justa do exército popular para com os prisioneiros de guerra. Desde os primeiros dias do Exército Vermelho, o camarada Mao Tsetung exigiu sempre que os soldados falassem polidamente às massas, comprassem e vendessem com honestidade, não forçassem as pessoas a trabalhos duros nem batessem ou insultas sem fosse quem fosse. Na Primavera de 1928, estando o Exército Vermelho dos Operários e Camponeses nas montanhas Tchincam, o camarada Mao Tsetung fixou três regras de disciplina: 1) Obedecer às ordens em todos os actos; 2) Não tomar coisa alguma aos operários e camponeses; 3) Entregar às autoridades todos os bens confiscados aos déspotas locais. No Verão de 1928, ele formulou seis recomendações: 1) Pôr no devido lugar as portas desmontadas para fazer camas; 2) Atar a palha utilizada para dormir; 3) Falar polidamente; 4) Comprar e vender com honestidade; 5) Devolver tudo quanto se toma de empréstimo; 6) Indemnizar por todos os prejuízos que se causam. Depois de 1929, o camarada Mao Tsetung introduziu algumas modificações nas três regras de disciplina. A segunda regra tomou a seguinte forma: “Não tomar das massas nem uma agulha nem a simples ponta dum fio”; a terceira começou por ser assim modificada: “Entregar às autoridades todo o dinheiro recolhido”, sofrendo mais tarde a seguinte alteração: “Entregar às autoridades todos os bens capturados”. Às seis recomendações juntou duas outras: “Não se banhar diante das mulheres” e “Não tocar nos bolsos dos prisioneiros”. Tal é a origem das Três Grandes Regras de Disciplina e das Oito Recomendações. (retornar ao texto)

Inclusão: 23/02/2021